Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SAPO Desportu TL

Ter | 19.08.14

Suárez estreia-se pelo Barcelona com uma goleada

SAPO TL

O jogo com os mexicanos do Club León assinalou ainda o regresso aos relvados de Neymar após a lesão sofrida no Mundial.


 



 


O avançado uruguaio estreou-se pelos catalães diante do Club León


 


Luis Suárez estreou-se hoje com a camisola do FC Barcelona, ao jogar os últimos 14 minutos na goleada (6-0) dos catalães aos mexicanos do Club Léon, para o troféu Joan Gamper, depois do pesado castigo aplicado pela FIFA.


 


O regresso do internacional uruguaio à competição num jogo não oficial, após o castigo de quatro meses de proibição de qualquer atividade futebolística que lhe foi aplicado pela FIFA por ter mordido o italiano Giorgio Chiellini, na partida entre a Itália e o Uruguai, do Mundial do Brasil, constituiu o momento alto de uma partida cuja história se resumiu aos seis golos do FC Barcelona.


 


Messi abriu o marcador aos 04 minutos, Neymar aumentou para 3-0 antes do intervalo, com dois golos aos 12 e aos 44 minutos, mas os catalães duplicariam a dose na segunda parte com mais dois tentos do marroquino El Haddadi, aos 56 e 78, e um de Ramirez, ao 90.


 


De resto, este jogo particular marcou também os regressos à competição de Xavi e do brasileiro Neymar, que sofreu uma fratura de uma vértebra na sequência de uma entrada por trás do colombiano Zuñiga, no jogo dos quartos de final do Mundial2014 entre o Brasil e a Colômbia.


 


Luis Suarez foi contratado ao Liverpool no último defeso por 85 milhões de euros, e nem a conduta reprovável que teve no Mundial2014 ao morder o defesa central italiano Chiellini, e o posterior castigo pesadíssimo que sofreu serviu para demover o clube catalão de contar com o jogador nos seus quadros.


 


O avançado uruguaio recorreu do castigo aplicado pela FIFA para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), o qual acabaria por amenizá-lo, ao permitir que Suarez possa treinar com os companheiros e participar em jogos não oficiais, sem embargo de ter mantido a duração das penas que lhe foram aplicadas.


 


Por SAPO Desporto c/ Lusa sapodesporto@sapo.pt

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.